200 anos do nascimento de Charles Darwin

Pessoal, hoje completa-se 200 anos do nascimento de Charles Darwin (Shrewsbury, 12 de Fevereiro de 1809 — Downe, Kent, 19 de Abril de 1882).
Darwin convenceu a comunidade científica da ocorrência da evolução e propôs uma teoria para explicar como ela se dá por meio da seleção natural e sexual, que foi publicada em seu famoso livro "A Origem das Espécies", no qual formula a teoria da evolução dos seres vivos mediante uma selecção natural que favorece nos indivíduos variações úteis na luta pela existência; estas variações transmitem-se, reforçadas, aos descendentes.
Charles Darwin formula a doutrina evolucionista, segundo a qual as espécies procedem umas das outras por evolução. Em virtude da selecção natural sobrevivem os indivíduos e as espécies melhor adaptados. Estas ideias revolucionam as concepções biológicas da sua época.
A esta obra segue-se A Origem do Homem, em que aprofunda a sua teoria sobre a descendência do homem e do macaco de um antepassado comum. Por formular estas ideias vê-se violentamente combatido pelas mais diversas correntes religiosas, que vêm no homem a imagem de Deus. Consequentemente, em redor do pensamento de Darwin cristalizam as polémicas vitorianas sobre a natureza social, metafísica e fisiológica do homem.
Por sua obra citar o Homem como sendo descndente do macaco o livro de Darwin, a origem das espécies, acabou indo parar no Index (já "extinto") da Igreja Católica, que defendia o fato do Homem descender de Deus.
O impacto desta obra é imediato e sensacional. O público culto já está introduzido na concepção da evolução, mas o fato de um cientista respeitado contribuir com tal quantidade de evidências para provar esta idéia revolucionária convence um grande número de cientistas importantes, de modo que, por muitos oponentes que tenha, a opinião geral torna-se favorável.
Sem dúvida, uma grande contribuidora para os maiores impactos que houveram na ciência, foi a viagem de quase 5 anos (4 anos e 9 meses) de Darwin a bordo do HMS Beagle. A viagem era para ser de dois anos, mas não foi.... sorte da comunidade cientifica porquê a quantidade de informações coletadas por Darwin iriam revolucionar os conhecimentos que os cientitas e naturalistas possuiam na época.
Após a publicação de sua obra mais famosa, Darwin continua a escrever e publicar trabalhos na área da Biologia por toda a sua vida. Ele passa a viver, com sua esposa e filhos, em Downe, um vilarejo a 50 milhas de Londres. Sofre de síndrome do pânico e mal-de-Chagas, o último adquirido durante sua viagem pela América do Sul. Charles Darwin faleceu no dia 19 de Abril de 1882 deixando uma obra extensa. Em seu escritório frascos com amostras de várias espécies animais e vegetais e, apesar da igreja fazer campanhas severas contra as suas idéias, permitiu que, após sua morte em 19 de abril de 1872, fosse enterrado na abadia de Westminster, ao lado de Isaac Newton. Esse fato fez com que, um tempo depois do enterro, seu filho fizesse um comentário: “Você pode imaginar que conversas deliciosas o pai e Sir Isaac terão à noite, depois que a abadia fechar e tudo ficar quieto?”.

Para ler mais sobre Darwin, seus trabalhos e sua viagem a bordo do Beagle, consulte os links abaixo:
- Charles Darwin na Wikipédia;
- The complete work of Charles Darwin online;
- "Restos mortais" do HMS Beagle encontrados;
- HMS Beagle;
- A origem das espécies na wikipédia;
- Biografia de Darwin;
- História de Charles Darwin;
- Biografia de Darwin (segundo link);

É isso ai pessoal, um abraço a todos e até a próxima....

0 comentários: