Arduino StandAlone - Parte 5

A postagem de hoje é sobre a montagem do Arduino na forma Standalone, que para quem não sabe é a montagem na qual o microcontrolador AtMega do Arduino roda o programa em sua memória sem estar na placa Arduino própriamente dita.
A montagem é muito fácil e são necessários poucos componentes eletrônicos.
Lista de componentes:
- 1 Resistor de 10KΩ e 1/4W;
- 1 cristal de 16Mhz;
- 2 capacitores cerâmicos de 22pF;
- 1 push button (botão de pressão);
Opcionais:
- 1 soquete de 28 pinos;
- Protoboard;
- 1 resistor de 240Ω e 1/4W;
- 1 LED;
Os componentes:
Na imagem a seguir temos os componentes principais para a montagem.
Esquema de montagem:
Para efetuar a montagem acompanhe a imagem abaixo da montagem na protoboard:
  Nesta imagem você pode ver a montagem correta, onde temos do lado direito:
- Terminais 20 e 21 são ligados no positivo (fios vermelho);
- Terminal 22 ligado no negativo (fio preto);
E do lado esquerdo temos:
- Terminais 9 e 10 são interligados com o cristal de 16Mhz;
- Terminais 9 e 10 são ligados após o cristal com o negativo, através dos capacitores cerâmicos;
- Terminal 8 ligado no negativo;
- Terminal 7 ligado no positivo;
- O 1º terminal é ligado ao positivo atravéz do resistor, e depois da saída do resistor é ligado a saída do botão de pressão. O outro terminal do botão de pressão é ligado ao negativo, quando pressionado ele faz a conexão do terminal 1 com o negativo, resetando o microcontrolador;
Na imagem a seguir temos um esquema elétrico da montagem (o resistor e o botão de pressão não aparecem).
Nesta imagem você pode ver que o sistema é ligado a 5V apenas, então para isso você deve utilizar um regulador de tensão, utilize o LM7805 que já é o suficiente, outra coisa que você pode notar é que está escrito "Atmega 8" bo esquema, mas o Arduino Duemilanove possui um Atmega 328, mas não se preocupe pois a pinagem é a mesma para os dois.
Na imagem a seguir você pode ver a montagem que fiz em uma mini-protoboard.
Para o atmega rodar em modo standalone ligo ele à uma fonte de 5V, normalmente a saída/entrada de 5V da versão que fiz em uma placa perfurada (imagem a baixo):
Aqui uma imagem melhor de outra placa, mas feita com a máquina fotográfica (a anterior foi feita com o celular).
Nesta imagem você pode ver uma saída/entrada de tensão de 5V e também duas saídas de 5V (os 2 conjuntos de conectores fêmea lado a lado onde aparece um - e +) utilizo elas para alimentar dispositivos como servo módulos que podem ser conectados ao arduino. Nas duas imagens a seguir você pode ver a fonte de 9V onde ligo a placa, bem como a mesma alimentando a montagem standalone na protoboard.

 
Pinagem do AtMega328:
Na imagem a baixo você pode ver a pinagem do microcontrolador bem como sua correspondente saída na placa Arduino (Duemilanove);

Vídeos de funcionamento:
A seguir dois vídeos que fiz com o celular para mostrar o funcionamento da placa com o microcontrolador em modo standalone, e o último foi feito com a máquina fotográfica.






Até aqui a gente viu como montar o arduino em forma StandAlone, mas tenha atenção: esta forma é apenas para utilização "básica", se você deseja utilizar algum shield deve ter cuidado em montar na placa perfurada (ou confeccionar sua placa) e fazer a ligação dos terminais coincidirem com as saídas dos pinos da placa Arduino original além de adicionar os pinos de voltagem (reset, 3.3V, 5V, ground, Vin).
Até a próxima.
Fontes:
- Arduino Playground: Standalone;  
- Building an Arduino on a Breadboard;
- Standalone Arduino / ATMega chip on breadboard;

Post editado em 27/12/2010 - adição de novas imagens e vídeo.

0 comentários: