Ping da Morte

A postagem de hoje é na área de informática, sobre o "ping da morte", comando que era utilizado antigamente para "derrubar" máquinas na rede, essa postagem é mais para conhecimento dos leitores, pois o ping da morte não funciona mais, ele funcionava em máquinas com Windows98 e Windows95, atualmente todos os computadores e servidores possuem proteção contra esse tipo de "ataque", de qualquer forma vou mostrá-lo como fazer para você conhecer um pouco. 
Os comandos aqui mostrados são executados no Prompt de Comando do Windows, para chegar até ele pressione no teclado "Windows + r" e digite "cmd" e depois pressione "enter"
1º) O que é o ping? O comando ping ajuda a verificar a conectividade no nível IP, o ping envia solicitações de eco ICMP para um host de destino (definido através de um nome ou endereço IP) para verificar se a máquina em que se executou o comando pode conectar-se à rede e a recursos de rede TCP/IP. 
A tela a seguir mostra o uso do comando ping para testar a conexão com a internet, nessa imagem o ping está sendo executado para o Google:
 Para executar esse teste ping basta digitar "ping www.google.com" e depois pressionar "enter".
2º) O que é o ping da morte? Por padrão o ping é executado 4 vezes com pacotes de 32bytes de dados, o ping da morte consiste em solicitações ping com um tamanho de pacote muito elevado (geralmente de 65500 bytes) e numa freqüência também alta (milhares de vezes por segundo).Devido à grande taxa de transmissão, existe a sobrecarga do micro de destino (podendo até chegar a travá-lo, como no caso do Windows 95) e a sobrecarga da rede.
3º) Como fazer o ping da morte? Para efetuar um ping da morte digite no prompt:
ping -i 1 -l 65500 (host) -t onde:
-> ping - o comando propriamente dito
-> -i 1 - o intervalo entre cada ping. Nesse caso, 1 ms.
-> -l 65500 - o tamanho do pacote, em bytes
-> host destino
-> -t enviar a requisição por tempo indeterminado até o usuário cancelar pressionando CONTROL + C.
Veja a tela:
Nessa tela o comando ping foi executado apenas 10 vezes para mostrar seu funcionamento, mas para um "ataque" com o ping da morte você deveria fazer ele em várias instâncias do prompt ao mesmo tempo e também vários computadores ao mesmo tempo executando o mesmo comando, todos tendo um único host como alvo.
Como dito, atualmente todos os computadores e servidores já estão "imunes" ao ping da morte, o máximo que pode ocorrer ao executar tantas vezes é existir perda de alguns pacotes devido ao grande tráfego na rede gerado, mas a máquina dificilmente irá parar de responder e travar, como ocorria antigamente.
Por hoje é isso pessoal, um abraço e até a próxima.

0 comentários: