Placa de Desenvolvimento Integrado

A postagem de hoje é sobre minha mais nova criação, sempre que eu iria montar um circuito para testes tinha que reunir muitas coisas como (relés, transistores, LEDs, buzzer, etc) além da placa Arduino para programar tudo, foi ai que tive a idéia de desenvolver uma placa de desenvolvimento integrado, ou seja, muitas coisas de que preciso estão já soldadas à ela. Veja uma imagem da placa pronta: (clicar em cima para ampliar)
O que foi incluido na placa:
- Placa Arduino com o dobro de saídas, para facilitar o desenvolvimento e testes de aplicações;
- DIPSwitch para ativar e desativar os itens já conectados à placa Arduino;
- LEDs de Tx e Rx;
- 3 botões utilizando apenas 1 entrada analógica do Arduino;
- Potenciometro;
- buzzer;
- relé com transistor para acionar e diodo de proteção para o transistor;
- Sensor de Temperatura;
- 2 saídas no padrão futaba
- 2 saídas PWM para acionar motores (com LED indicador);
- 4 capacitores que armazenam 10900 uF, para poder acionar qualquer coisa na placa sem correr o risco de reiniciar o microcontrolador por "falta de energia";
- Possibilidade de alimentar via USB ou fonte externa;
- Fonte que regula em 5V a tensão de entrada com um transistor em paralelo, proporcionando uma maior corrente de saída e evitando do LM7805 aquecer quando em uso;
- radio receptor com decoder e DIPSwitch para mudar a "criptografia";
- Mini protoboard para pequenos circuitos que venham a ser necessários.
É deu para ver que eu acrescentei bastante coisas... pelo menos tenho tudo em um só lugar agora.
Seguem mais fotos:
Essa foi quando começei a montagem da placa na sexta-feira passada (17/08). Algumas coisas mudaram durante a construção como o DIPSwitch, posição do potênciometro, posição da porta de comunicação, fonte de alimentação e a adição do rádio receptor no espaço reservado.
Nessa imagem dá para ver a gravação de um Attiny85 utilizando a placa como gravador ISP, funcionou sem problemas, agora uma mais de perto:
 Essa foto ficou muito boa, dá para ver como tudo se encaixa direitinho na placa de desenvolvimento integrado. E por fim, uma foto onde eu estava testando a relé, ela estava acionando um ventilador, mas na foto só é possivel ver o plug do ventilador na tomada controlada pela relé.
Depois de vários testes, está tudo funcionando perfeitamente, basta fazer algumas alterações como etiquetar o que ainda falta e criar um pequeno "manual", para que eu lembre em qual porta está conectado cada dispositivo e qual interruptor do DIPSwitch é responsável pelo mesmo dispositivo.
Por hoje é isso pessoal, um abraço e até a próxima.

0 comentários: