QR Code - o que é, como criar e ler?

Na postagem de hoje vamos conhecer um pouco sobre o QR Code, um código de "barras" totalmente diferente e que é muito popular atualmente com as mais diversas finalidades.
O que é o QR Code?
O QR significa "Quick Response", ou seja, "Código de Resposta Rápida", e nada mais é que um código de barras bidimensional que pode ser facilmente escaneado. Ele foi criado no ano de 1994 pela empresa Japonesa Denso-Wave para identificação de peças da indústria automobilística e desde 2003 é usado para acessar informações por meio de telefones celulares (e outros dispositivos) através da câmera fotográfica.
 O QR Code permite que possam ser armazenados muitos caracteres em uma única imagem:
Numéricos: 7.089
Alfa-numérico: 4.296
Binário (8 bits): 2.953
Kanji/Kana: 1.817
Como funciona o acesso a informação:
Basta focar a câmera no código que o aplicativo escaneia automaticamente, decodifica e mostra a informação que ali está.
 Outro detalhe: Mesmo danificado (ou editado) é possível, em alguns casos, manter a informação sem problemas. Como no código a seguir:
Sem uma parte, mas ainda funciona!
Como criar?
Você pode criar um link com a ferramenta do Google, acessando o site goo.gl (encurtador de URLs), após clicar em "Shorten URL" e gerar o código, clique em "Details", lá você terá a URL transformada em QR Code.

Como ler o QR Code?
Com o código em mãos basta decidir qual aplicativo você irá utilizar para acessar a informação, eu utilizo em meu tablet Genesis com Android o ScanLife, e por enquanto não tenho o que reclamar.
Primeiro abre-se o aplicativo de identificação dos QR Codes:
 Sim, o meu eu alterei para ser como a interface de um simulador de voo.
Basta posicionar o QR Code na frente da câmera e o aplicativo inicializa a decodificação:
Após carregar o conteúdo, a informação é mostrada na tela:
 Simples e sem problemas.
Curiosidade:  A banda Pet Shop Boys no clip da música Integral utiliza vários QR Codes para muitas informações na internet, como link de reportagens da BBC, textos da Wikipédia, etc.
Por hoje é isso pessoal, até a próxima. 

Fontes:
- TechMundo;
- G1;

0 comentários: