Fonte variavel caseira de bancada

Há bastante tempo atrás (mais de 2 anos) fiz uma postagem aqui no blog sobre minha adaptação de uma fonte ATX de computador para ser utilizada como fonte de bancada, leia a postagem aqui, acontece que o tempo passou e a fonte começou a mostrar sinais de desgaste, onde poeira e oxidação começaram a tomar conta de tudo.
Veja a ferrugem atacando:
E a sujeira tomando conta:
É, dois anos de trabalho e cumprindo a missão sem problemas, mas estava na hora de montar uma fonte nova, com ajuste de tensão onde eu possa ajustar a tensão de saída.Fiz o projeto no papel e depois comecei a montar o circuito. Veja algumas fotos do projeto:
Aqui o painel frontal desenhado e perfurado:
Depois disso ele recebeu uma camada de papel contact preto para acabamento e as etiquetas novas, aqui logo após finalizar a montagem:
E aqui o painel frontal com mais detalhes:
Posso fazer o ajuste grosso (mudando rapidamente a tensão) ou o ajuste fino (pouca alteração, mas garante precisão na tensão de saída). Posso ativar e desativar a leitura da corrente de saída sendo opcional o uso do multímetro para a leitura.
Como utilizo para projetos que demandam pouca corrente coloquei um fusível de 3A por segurança, aliás a fonte primaria responsável por baixar de 220V/110V para 19V é uma fonte de notebook das compactas, poupando trabalho e circuito extra :)
Por segurança contra aquecimento, existem 2 coolers trabalhando continuamente, o grande e facilmente identificado jogando ar sobre os dissipadores internos e um pequeno escondido em baixo com a função de retirar o ar de dentro do chassi.
Aqui fotos dos testes de funcionamento:
A esquerda a tensão de saída (5V) configurada pelos potenciômetros e a direita a corrente sendo consumida por um motor para teste (0,23A). E aqui o teste de fogo:
Tensão mínima de funcionamento (1,59V) e com o motor em curto (eixo totalmente preso), a corrente pulou para 2,14A, o fogo não teve :( os colers cumpriram bem a função de esfriar tudo, mas quero fazer mais testes de estresse no sistema.
ahhh e a fonte velha? Bom, como eu sempre reaproveito componentes, dessa vez não seria diferente:
Componentes removidos e sendo limpos na cuba de limpeza ultrassônica (falei dela aqui), depois foram secos e guardados em organizadores plásticos (tenho tudo separado e etiquetado)  
Por hoje é isso pessoal, abraço e até a próxima.

0 comentários: